Regulamento

 

REGULAMENTO TUCÁN

            Este regulamento serve para assegurar o respeito às regras de hierarquia, de performance das aeronaves e pilotos, e de convivência entre os membros da Cia Aérea.

Capítulo I Da Integração no Contrato Individual de Trabalho.

Art.1º – O presente regulamento faz parte integrante do contrato individual de trabalho da Cia. As normas e preceitos nele contidos aplicam-se a todos os Pilotos contratados.

Capítulo II Da Admissão

Art. 2º – A admissão do Piloto condiciona-se a exames de seleção técnica e mediante confirmação da leitura das regras presentes neste regulamento.

§1º - exame técnico será realizado por um avaliador competente, aguardando contato através da sala específica de admissão presente no servidor da Brasil Amigos.

Capítulo III Deveres Do Piloto

Art.3º – Todo Piloto deve:

a) Cumprir os compromissos expressamente assumidos no contrato individual de trabalho, com zelo, atenção e competência profissional;

b) Obedecer às ordens e instruções emanadas de seus superiores hierárquicos;

c) Sugerir medidas para maior eficiência do serviço;

d) Observar a máxima disciplina no local de trabalho;

e) Zelar pela boa conservação das Máquinas, comunicando as anormalidades notadas;

f) Manter conduta compatível com a dignidade do cargo ocupado e com a reputação do quadro pessoal da Cia;

g) Usar os meios de identificação pessoal estabelecidos;

h) Informar a área ou responsável sobre qualquer indisposição com os outros funcionários ou com qualquer tipo de serviços ordenados pela empresa

i) Respeitar a honra, boa fama e integridade física de todas as pessoas com quem mantiverem contato por motivo de trabalho.

Capítulo IV Das Proibições

Art. 4º – É expressamente proibido:

a) Ingressar ou permanecer em setores estranhos aos serviços, salvo por ordem expressa;

b) Promover discussões, desinteligências e o desrespeito aos colegas e aos membros do staff durante a jornada de trabalho;

c) Usar palavras ou gestos impróprios à moralidade e respeito, nas dependências da Cia;

d) Aliciar e assediar verbal ou moralmente membros das outras Cias Aéreas presentes no servidor e) Divulgar, por qualquer meio, assunto ou fato de natureza privada da Cia;

f) Criar e motivar boatos e intrigas é passível de demissão imediata e possível banimento;

g) Desrespeitar o CEO, o Vice-Presidente, o diretor de Recursos Humanos e o Diretor de Briefing é punível com demissão imediata e banimento da Cia;

h) Serão vigentes na TUCÁN LINHAS AÉREAS S.A as regras presentes neste regulamento supracitado e as regras em geral do servidor de simulação de vôo Brasil Amigos;

Capítulo V Das Relações Humanas

Art. 5º – Todos os pilotos, sem distinção, devem colaborar, de forma eficaz à realização dos fins da Cia.

Art. 6º – O sentido de equipe deve predominar na execução de tarefas à realização dos objetivos da Cia.

Art. 7º – Harmonia, cordialidade, respeito e espírito de compreensão devem predominar nos contatos estabelecidos independentemente de posição hierárquica.

Art. 8º – A Cia adota nas relações com os Pilotos os seguintes princípios: – cumprir rigorosamente o regulamento próprio; – reconhecer o mérito do Piloto e premiá-lo justamente por seus feitos;

Capítulo VI Penalidades

Art. 9º – Aos pilotos transgressores das normas deste Regulamento, aplicam-se as penalidades seguintes: – Advertência verbal; – Advertência escrita; – Suspensão; e – Demissão.

Art. 10º – As penalidades são aplicadas segundo a gravidade da transgressão, pelo Departamento de Recursos Humanos. Art. 11º – As respectivas chefias elaboram relatório escrito e circunstanciado aos casos de demissão.

 



Parceiros